Cidade das Acácias pára para o primeiro Carnaval de Maputo

A tarde de sábado da capital moçambicana, Maputo, vestiu-se a rigor para receber a primeira edição de carnaval de Maputo.

Cenário alegre e colorido marcaram o desfile das escolas na avenida 10 de Novembro.

 

16 escolas, mais de três mil crianças e milhares de convidados testemunharam “in loco” o maior desfile de carnaval de Maputo.

 

Coube à Escola Secundária da Matola fazer as honras da casa. O desfile, apadrinhado pelo Dj Faya, fez uma viagem pela história e apresentou um desfile dedicado à escravatura e ao apartheid.

 

Depois seguiram-se as escolas Estrela Vermelha, Matola Bedene e Malhazine. O concurso estava renhido e as coreografias cada vez mais afinadas.

 

A Escola Secundária Eduardo Mondlane foi quem abriu a segunda parte dos desfiles, e a animação não parava.

 

O momento musical esteve no comando do rei do carnaval, o músico brasileiro Robson. Com músicas bem conhecidas por todos, fez as delícias dos convidados no início e no fim do evento.

 

Para fechar o primeiro dia de desfiles, a Escola Secundária da Manyanga apresentou uma mistura de ritmos nacionais, do tradicional ao actual, onde se destacaram a marrabenta, o kuduro e o pandza.

 

A primeira edição do Carnaval Maputo termina neste domingo, dia 2, a partir das 13 horas com o desfile das escolas para a fase final e a premiação das melhores escolas.

 

Silvia Panguane